top of page

GRANDES POEMAS DA NOSSA LÍNGUA XXVI

A língua portuguesa tem pérolas esquecidas, espalhadas em velhos livros já não lidos. Agora, passamos a homenagear Vinícius de Moraes, um dos poetas brasileiros que melhor falou de amor. Vinícius era um grande letrista, singelo e profundo ao mesmo tempo, acessível ao grande público. Hoje apresentamos um poema simples, mas muito bonito, que ele declamava enquanto Toquinho tocava seu violão.





PARA VIVER UM GRANDE AMOR



Para viver um grande amor Preciso é muita concentração e muito siso Muita seriedade e pouco riso Para viver um grande amor


Para viver um grande amor Mistério é ser um homem de uma só mulher Pois ser de muitas, poxa, é pra quem quer Não tem nenhum valor


Para viver um grande amor Primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro E ser de sua dama por inteiro Seja lá como for


Há que fazer do corpo uma morada Onde clausure-se a mulher amada E postar-se de fora com uma espada Para viver um grande amor



Para viver um grande amor direito Não basta apenas ser um bom sujeito É preciso também ter muito peito Peito de remador


É sempre necessário ter em vista Um crédito de rosas no florista Muito mais, muito mais que na modista Para viver um grande amor


Conta ponto saber fazer coisinhas Ovos mexidos, camarões, sopinhas Molhos, filés com fritas Comidinhas para depois do amor


E o que há de melhor que ir pra cozinha E preparar com amor uma galinha Com uma rica e gostosa farofinha Para o seu grande amor?



Para viver um grande amor É muito, muito importante viver sempre junto E até ser, se possível, um só defunto Pra não morrer de dor


É preciso um cuidado permanente Não só com o corpo, mas também com a mente Pois qualquer baixo seu a amada sente E esfria um pouco o amor


Há que ser bem cortês sem cortesia Doce e conciliador sem covardia Saber ganhar dinheiro com poesia Não ser um ganhador


Mas tudo isso não adianta nada Se nessa selva escura e desvairada Não se souber achar a grande amada Para viver um grande amor


Marcus Vinícius da Cruz de Mello Moraes ( 1913/1980 ). Cumpriu inúmeros e diversos papéis, de diplomata a poeta, de jornalista a compositor, passando por dramaturgo e cantor. Em parceria com Toquinho, compôs, talvez, os melhores sambas da música brasileira. Em parceira com Tom Jobim compôs uma das músicas mais famosas no mundo: Garota de Ipanema. Na poesia notabilizou-se por seus sonetos. O poema de hoje também foi sucesso na Música Popular Brasileira.


Comments


bottom of page