top of page

O TERNO NÃO É TERNO

Um poema de Manuel Rosa de Almeida



Imagem de Couleur por Pixabay


O terno é burocracia e oficialidade

É pompa, elegância

O terno é uma impostura.


Terno é disso tudo oposto

É simples fragrância

Aspirada em plena liberdade.


Terno é uma data agendada para agosto

Por isso o terno jamais será ternura.


Kommentare


bottom of page