top of page

AS ÚLTIMAS TRAPALHADAS DESTE DESGOVERNO

Ele não aprende nunca…




Sabe quando você tem um desafio grande a vencer - qualquer coisa, uma disputa, um enfrentamento mais duro - e você tem um cara ao seu lado dizendo: tamo junto! Mas na hora H este cara desaparece, deixa você na mão pra enfrentar sozinho o que vem pela frente? Bolsonaro…


Até há pouco era o principal apoiador do prefeito Marcelo Crivella em sua tentativa de reeleição. Uma péssima escolha, sem dúvida, mas a questão não é esta. A questão é que Bolsonaro estava junto, pro que der e vier, mas ontem roeu a corda. Em pronunciamento ao vivo em suas redes sociais, secundado pelo Ministro da Educação, Milton Ribeiro, Bolsonaro saiu com esta:


Votem em quem quiserem.


Como ratos que saltam fora do navio, Bolsonaro abandona o bispo Crivella em meio ao naufrágio. Provavelmente não quer deixar escancarado o déficit eleitoral que apresentou nestas eleições municipais, quando a maioria dos candidatos que apoiou fracassou vergonhosamente, inclusive nas duas principais capitais, São Paulo e Rio de Janeiro.


Entretanto, é inútil. O Brasil inteiro já percebeu que o apoio de Bolsonaro não é mais o foguete que levou campanhas pra cima em 2018, a catapulta que lançou candidatos bem além dos adversários. O foguete está sem combustível, a catapulta virou estilingue. Tudo por conta de dois anos de absoluto e completo desgoverno.


É igualmente inútil tentar desmentir os absurdos que já falou no que diz respeito à pandemia. Agora, chegando a 200 mil mortes e a uma segunda onda, Bolsonaro disse que não há nenhuma gravação minha dizendo que é uma gripezinha. Parece criança negando que roubou o doce, com a mão toda lambuzada de chocolate.

Esta postura presidencial é tão ridícula que seria espantosa, não viesse do Jair. Afinal ele vive se desmentindo, negando o que já afirmou, dizendo que é mentira, coisa da mídia e blá, blá, blá… No caso da gripezinha a tentativa é completamente patética. Há gravações, sim, Senhor Presidente. Mais de uma. Mesmo que não houvesse, milhões de brasileiros recordam de tê-lo ouvido falar esta sandice, ao vivo e em cores.


As pessoas lembram, Presidente, ainda que a memória seja curta. Por isso seu apoio tem a força da torcida do Mick Jagger. As pessoas lembram que o senhor chamou as pessoas de maricas, de frouxos, tudo por prevenirem-se do coronavirus. Lembram que o senhor já demitiu dois Ministros da Saúde em meio à pandemia, que causou aglomerações, que deu orientações erradas ao povo.Lembram que comprou cloroquina em quantidade absurda e que deixou estragar milhões de testes para COVID-19. Então… tenha ao menos a dignidade de não negar. Melhor confessar que comeu o doce...


Comments


bottom of page