top of page

FATOS INSÓLITOS DO GOVERNO BOLSONARO

Como fazer crítica séria ao governo Bolsonaro cansa, vamos variar…




O governo Bolsonaro é uma cornucópia de absurdos, todos sabemos. O comportamento do Presidente permanece num rumo inalterável de sandices, sabemos. Tudo muito pesado, como diria Regina Duarte. Então, pela leveza, pelo éter, aqui vão algumas jóias pitorescas do insólito proporcionado por esta turma nos últimos dias.


  • Depois de bater pé, procurar a justiça e fazer biquinho para não mostrar o suposto exame negativo de COVID-19, agora consta que o Presidente está infectado. Apesar de seu conhecido comportamento irresponsável, ninguém dos seus assessores diretos pegou o vírus, sequer a primeira dama. Este fato insólito faz muitos imaginarem que agora não está, mas antes estava… Por quê? Razões que só o Jair sabe…


  • Quarto Ministro da Educação vai tomar posse. Agora temos um pastor evangélico de Curriculum Vitae imaculado ( suponho que a ABI já fez suas investigações ) que acredita piamente no inferno e na pedagogia da vara de marmelo. Aguardamos para observar sua capacidade de dialogar com a academia…


  • O Presidente jura que não veremos a CPMF em seu governo; O Vice-Presidente Hamilton Mourão faz apologia do tributo; Paulo Guedes não se manifesta.


  • Por falar em Paulo Guedes, o Ministro da Fazenda reconheceu ontem que temos problemas na área ambiental. Mas que visão! Até agora ninguém tinha percebido isso. Todos julgávamos que Ricardo Salles fosse o melhor Ministro do Meio Ambiente jamais visto. Afinal, com o bordão vamos passar o trator por cima ninguém pode ficar desmotivado.


  • Guedes parece finalmente se ligar no que Tereza Cristina já estava matutando. A irresponsabilidade brasileira com o verde vai repercutir na nossa economia. Depois de ver o Brasil desmatar mais de mil quilômetros quadrados só no mês de junho, a comunidade internacional vai jogar pesado.


  • É preciso avisar o JB. Ele que já é garoto propaganda do coronavírus, dos armamentos e do trânsito irresponsável, agora precisa recusar novos contratos com a indústria das queimadas e da grilagem. É preciso manter as aparências…


  • Alguém precisa avisar o Secretário da Cultura Mário Frias que é preciso largar a malhação e pegar no pesado. Há inúmeros assuntos na pauta cultural aguardando providências. A Cinemateca Brasileira está pedindo socorro. Além de salários atrasados, fim dos contratos de refrigeração e segurança, o prédio está sem prevenção contra incêndios. Regina Duarte supostamente está à frente da Cinemateca. Será que ambos não podem escrever um roteiro que salve nosso acervo cinematográfico do destino do Museu Nacional? Só o acervo herdado da antiga TV Tupi possui cerca de 180 mil rolos de películas em 16 mm, com filmes, programas, reportagens e telejornais.

댓글


bottom of page