top of page

NÓS, BRASILEIROS, SOMOS CORRUPTOS?

O que pode indicar que o famoso jeitinho brasileiro é um estigma?



O Brasil é um país corrupto. Penso que, com esta afirmação, concordam pelo menos 90% dos que aqui moram. Trazemos a corrupção, como passageiro clandestino em nossa nau, desde os tempos da colonização. Atravessamos o Primeiro e Segundo Império castigados por áulicos, conchavos e propinas. A Velha República nada mudou, apenas pintou a corrupção de café com leite. O Estado Novo agregou à corrupção a sofisticação da violência. Retomamos a democracia, mas não expulsamos a corrupção, tanto que Jânio Quadros elegeu-se sob o símbolo da vassoura. A ditadura escondia seus malfeitos em obras gigantescas, como a transamazônica e a ponte Rio-Niterói, protegida também pela censura à imprensa. Finalmente, a Nova República, uma festa da maracutaia, do mensalão à rachadinha, do petrolão às milícias do Rio de Janeiro.


Este passado talvez explique porque atualmente estamos em 106º lugar no ranking da corrupção, editado pela Transparência Internacional. A terra descoberta por Cabral viu outro Cabral atingir os mais altos estágios da corrupção. Mudamos radicalmente de ideologia, mas não adianta… continuamos com a corrupção arraigada, quase uma sequela que todo governo carrega. O governo Bolsonaro, tirando o lero-lero do Presidente, vai na mesma toada, marcado pela proteção aos filhos e pelas espúrias relações com o submundo fardado do crime.


Talvez o episódio da indicação do novo Ministro da Educação demonstre a inevitabilidade da corrupção. Digo isso porque, mesmo quando tenta acertar numa indicação, a pretensão de Bolsonaro dá errado… Afinal, para qualquer um, mentir em seu Curriculum Vitae é vergonhoso e constitui crime. Mas o Ministro da Educação afirmar que é doutor, quando apenas cumpriu os créditos… O Ministro da Educação ser desmentido por um reitor argentino, porque sua tese foi reprovada… Pior, se não é doutor, seu pós-doutorado igualmente nada vale. E já surgem denúncias de plágio em sua tese de mestrado. Bolsonaro, provavelmente, vai achar que isso não é nada, um tecnicismo… mas com que autoridade este Ministro vai participar de uma reunião técnica em que se pretenda discutir, digamos, pós-graduação?


Enfim, certamente o Brasil é corrupto. Mas nós, brasileiros, somos corruptos? Se hipoteticamente fizéssemos uma pesquisa com apenas duas perguntas: a) você é corrupto? b) você se aproveitaria de uma situação para levar vantagem, mesmo que isso fosse eticamente incorreto? Tenho certeza de que o resultado da pesquisa seria positivo, não somos corruptos. Mas simplesmente porque as pessoas não seriam honestas nas respostas.


Acha que estou exagerando? Vejamos estes simples exemplos:


  • O auxílio emergencial foi fraudado por milhares de brasileiros: pessoas que têm casas com piscina e postam nas redes sociais viagens para o Caribe; empresários bem sucedidos; servidores públicos; pessoas que acessam cadastros e usam dados de outras para obter o benefício; a mulher do Queiroz; até fugitivos da justiça! Por outro lado, milhares de brasileiros que precisam do benefício, estão passando necessidades, travados na burocracia…


  • O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda está se esgotando. Quantos brasileiros sonegaram informações ou fraudaram outras? Quantos já não sonegaram imposto?


  • Há milhares de pessoas que não se preocupam em pagar suas dívidas. Vão enrolando amigos, trocando o cartão de crédito de uma instituição para outra, colocando bens em nome de laranjas. Todo mundo conhece picaretas deste tipo.


  • Se você pensar em corrupção de pequeno porte, então, nem se fala. Quando alguém acha uma carteira na rua e devolve, aparece no noticiário das 20:00. Pense… se todo mundo devolvesse isso não seria notícia! Quantos devolvem um troco a maior, dado por engano pelo caixa?


  • E se enquadrarmos o mau comportamento sanitário como um tipo de corrupção? Por exemplo, não usar máscara quando sai às ruas…


Então fica a pergunta: qual o percentual da população deve ser corrupta para que consideremos oficialmente que o brasileiro é corrupto? 50% + 1? Então talvez passemos no teste, pois suponho que crianças com menos de dez anos não podem ser corruptas e ajudariam a estatística…


Penso que o Brasil é corrupto porque o brasileiro em geral é corrupto. Somos o país do jeitinho, da gambiarra, da Lei de Gérson… Somos Sucupira. Elegemos pessoas claramente corruptas e não nos preocupamos com isso. Para sair do lodaçal seria preciso décadas de boa educação, criar do zero uma geração de pessoas não corruptas. Salvar as gerações que aí estão é quase impossível. Mas como começar um projeto de educação nacional se depois de um Weintraub vem um Ministro que mente em seu CV?


コメント


bottom of page