top of page

MALDITA HIPOCRISIA II

A cada dia que passa Bolsonaro vai largando as máscaras pelo caminho…




A única máscara que Bolsonaro não usa é a que devia usar, a proteção contra a pandemia. Para quem adora fazer citações bíblicas, o melhor apelido para Bolsonaro seria sepulcro caiado, uma metáfora com que Jesus se referia aos fariseus, pois eram caiados por fora, mas podres por dentro. De fato, Jair, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. O evangelista do apocalipse está certo: quando aqueles que votaram em você conhecerem a verdade, serão libertados e, como pessoas que acordam de um pesadelo, ficarão admirados de terem acompanhado Vossa Excelência por um dia que seja.


Como disse antes, se tem algo que me irrita é hipocrisia. Se acredita realmente em alguma coisa, defenda seu ponto de vista. Já disse também que a única virtude de Bolsonaro é a autenticidade. Afinal, ele nunca escondeu o lixo que é: violento, preconceituoso, misógino, autoritário e reacionário. Agora devo dizer que ele era autêntico. Pois, tangido pelo pior governo que este país já viu e pressionado pela possibilidade real de um impeachment, tornou-se descaradamente hipócrita, sepulcro caiado.


Confira aí de cima, João, se não é verdade:


  • Reunião ministerial pra inglês ver - depois da escandalosa reunião de 22/04, que mais parecia acerto de quadrilha após assalto, tal o número de palavrões e disparates pronunciados e o absoluto vazio de objetivos governamentais, Bolsonaro resolveu brindar o povo com nova reunião ministerial, desta feita propositalmente televisionada. Todos ministros bem comportadinhos, empregando seu melhor latim em frases ensaiadas de preocupação com os destinos da nação. O Presidente mesmo abriu a sessão e, pasmem, pela primeira vez externou alguma empatia para com as famílias enlutadas pelo COVID-19. Cá entre nós, depois do show de horrores de 22/04, sabidamente espontâneo, quem vai comprar esta marmelada mal representada? Depois de meses de omissão, exemplos negativos, demissão de ministros e o famoso e daí, quem vai acreditar no lero lero do seu Jair?


  • Mergulho no centrão - quem não lembra do General Heleno matando um samba pra classificar todos deputados do centrão como ladrões? Quantas vezes Bolsonaro disse que não faria a velha política? Pois desde que o impeachment surgiu no horizonte, tudo mudou. O mercado se abriu, o toma-lá-dá-cá corre solto, e o tabuleiro da baiana Jair tem estatais, ôi, segundo escalão, ôi, bancos públicos, ôi, fundos públicos, ôi, pro centrão… Agora, até ministério estão negociando. O astronauta vai ver sua pasta dilapidada, pois sua Excelência está recriando o Ministério das Comunicações para entregá-lo a quem? Ao centrão. O escolhido é Fábio Faria - PSD/RN, nada mais, nada menos que genro de Silvio Santos. Ah, sim, pessoal, não esqueçam que o passado também revela verdades. Enquanto deputado federal, Bolsonaro compôs o centrão por anos, pulando de galho em galho...


  • Programa Renda Brasil - Ciente de que marketing é relevante, Bolsonaro vai mudar o nome do Bolsa Família, que vai passar a se chamar de Programa Renda Brasil. Claro que Paulo Guedes enfeita a história, diz que não é meramente um rebatismo, que o programa vai abranger outros benefícios sociais e blá, blá, blá. Em verdade, Bolsonaro sabe que está perdendo eleitorado com a classe média, escandalizada com seu desastroso desgoverno. Mira, então, nas classes menos favorecidas. Mas para isso precisa afastar a lembrança do PT, muito ligado ao Bolsa Família. Então, novo nome, lançamento com pompa e circunstância. Tudo muito bom, pensar nos menos favorecidos. Só que isso nunca foi bandeira do seu Jair, pelo contrário. Vejam esse trecho de um discurso do deputado Jair Bolsonaro em 2011: “O Bolsa Família nada mais é do que um projeto para tirar dinheiro de quem produz e dá-lo a quem se acomoda, para que use seu título de eleitor e mantenha quem está no poder”. E este, de 2012: “O Bolsa Família é uma mentira, você não consegue uma pessoa no Nordeste para trabalhar na sua casa. Porque se for trabalhar, perde o Bolsa Família”.


Afinal, o que mudou? O seu Jair não mudou de pensamento, continua o mesmo de sempre. Exceto que agora é também hipócrita e vai fazer de tudo para manter-se no poder. Conhecereis a verdade… Se você votou em Bolsonaro, não tenha vergonha, muitos fizeram esta triste opção. Ou melhor, tenha vergonha, afinal foi um baita e irrefletido passo em falso. Só não se recuse a abrir os olhos, pois ainda podemos afastar este desastre do comando do país.


Comentários


bottom of page