top of page

REPUBLICANDO: GOVERNO BOLSONARO


O que foi, realmente, o governo de Jair Bolsonaro?


Imagem de: www.slon.pics / Freepik

Dizem que o brasileiro tem memória curta. Agora, na perspectiva de uma eleição presidencial, a falta de memória é problema sério que traz graves consequências. Para refrescar lembranças do que foi a gestão de Jair Bolsonaro, passamos a republicar - todo domingo - comentários sobre este governo.


Assim, você poderá avaliar toda a trajetória deste governo ( ou desgoverno ). Quando outubro chegar, com os fatos recolocados, você pode formar seu julgamento. E se quiser reconduzir Jair Bolsonaro ao poder, é decisão e responsabilidade sua.


Chegamos num ponto importante e revelador deste governo. O vídeo da fatídica reunião ministerial em que o Ministro Moro foi claramente constrangido, o Ministro Teich pensava silenciosamente "o que estou fazendo aqui", demais bolsonaristas xingavam os ministros do STF e Bolsonaro deixava claro porque precisava intervir na Polícia Federal.





O VÍDEO BOMBA - Texto originalmente publicado em 14.05.20


Aquilo que todos já sabiam, mas que agora é exibido em cores…



O título “O vídeo bomba” tem duplo significado. Primeiro o óbvio: o vídeo vai explodir o governo Bolsonaro. O segundo é no sentido de que, quando divulgado, certamente vai bombar na internet.


Foquemos no primeiro sentido. Segundo depoimentos de quem assistiu o vídeo, a reunião do mais alto escalão do governo Bolsonaro é um programa ruim cheio de grosserias e palavrões. Até aí, embora seja um comportamento indigno dos homens que conduzem os destinos do Brasil, nada de mais. Ou alguém achava que Bolsonaro e Weintraub eram pessoas educadas?


Em seguida, há alusões claras contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal e aos Governadores. Coisas do tipo: são uns fdp… deveriam ser presos… Também, nada de novo, embora possa sim ensejar o início de um novo procedimento penal contra os ministros Weintraub e Damaris Alves.


O que realmente é novo e explosivo é a declaração do Presidente de que está preocupado com sua família e que não vais esperar alguém f… com minha família para fazer alguma coisa. Novo no sentido de que está documentado em vídeo, documento produzido pelo próprio Planalto. Então não pode ser simplesmente negado como Bolsonaro costuma fazer. Claro, o Presidente tentará negar a interferência explícita na Polícia Federal em defesa da família dizendo - como descaradamente já disse - que estava preocupado apenas com a segurança de seus familiares. Mas a segurança, Messias, não é atribuição da Polícia Federal e sim do GSI - Gabinete de Segurança Institucional, e você sabe disso. Não tente enrolar o povo com esta asneira.


Mas, para quem não é tolo e prestigia o pensamento, rigorosamente não há novidade alguma. Todos sabem que Bolsonaro está preocupado com os desdobramentos das investigações da Polícia Federal no Rio de Janeiro porque aponta para o envolvimento direto de sua família com as milícias - este cranco, esta máfia tupiniquim que infelicita os fluminenses, em especial os cariocas. Sorin Markov criou um neologismo que penso muito adequado: a familícia Bolsonaro…


Como bem disse Marcelo Lins na CBN, Bolsonaro elegeu-se prometendo defender a família, mas esqueceu de dizer que se referia à sua família. A familícia Bolsonaro. E para aqueles que se comovem com o empenho de um pai em defender sua prole - oh, coitadinho, está só tentando defender os filhos - lembro que a máfia, qualquer mafioso que se preze, também defende a sua família. E que se dane o resto do mundo.


Bolsonaro não é apenas um pai preocupado. Em seu egoísmo está preocupado consigo mesmo. Afinal, relacionemos as possíveis incursões da Polícia Federal do Rio de Janeiro que podem estar afetas ao Presidente da República.


  • O caso Queiroz - Sempre dissemos, café pequeno, mas que mina diretamente a aura de honestidade do Presidente da República;

  • O caso Marielle - Outra bomba, tão perigosa para o Presidente da República que ele próprio sumiu com provas comprometedoras e cometeu crime de obstrução da justiça;

  • Milícias - Há diversos elementos que apontam para o envolvimento direto da familícia com as milícias no Rio de Janeiro.


Estes são os reais motivos para o Presidente ter um chilique na reunião Ministerial; estes os motivos que o levaram a substituir a Superintendência do Rio de Janeiro; estas as razões que o levaram a afastar o Diretor-Geral da Polícia Federal e, por consequência, o próprio Ministro Sérgio Moro. A intenção de proteger os seus e a si mesmo das investigações sobre crimes escabrosos. A intenção de proteger a familícia


Então, como dissemos, quando divulgado, o vídeo certamente bomba. Todo mundo vai querer ver aquilo que já sabia, ou deveria saber. Os iludidos, talvez finalmente abram os olhos. E restará ao Presidente apenas os seguidores de sempre, recebendo o Presidente com saudações nazistas. Então abra os cofres, Presidente, e siga comprando o centrão… Veremos se mais esta corrupção vai salvar sua pele.



Comments


bottom of page