top of page

YESTERDAY

Para as pessoas certas, uma comédia imperdível.


Há muito tempo - em verdade desde que assisti Pequena Miss Sunshine - não ria tanto numa comédia. Claro, eu sei que comédia é o gênero mais difícil de agradar todo mundo, pois as pessoas riem de coisas muito diferentes. Há os que gostam de pastelão, há os que não conseguem imaginar humor sem frases de duplo sentido e há os que gostam de comédias de situação. É muito comum numa sala de cinema em que uma comédia está sendo exibida que algumas pessoas estejam morrendo de rir e outras com ar de afinal do que estão rindo?


Contudo, para aqueles que se inserem no grupo que ama comédias de situação, Yesterday não decepciona. Se você é fã dos Beatles, bem… neste caso ela se torna imperdível. Produzido em 2019, 117 minutos, dirigido por Danny Boyle, Yesterday não é extraordinário mas puxa… como funciona! Partindo da premissa de um mundo em que ( felizmente não tentaram explicar porquê ) as pessoas simplesmente obliteraram algumas coisas ( coca-cola, Harry Potter, etc ), a comédia se desenvolve agradavelmente. O mote aqui é o esquecimento dos Beatles: simplesmente ninguém jamais ouviu falar em John Lennon ou Paul McCartney, sequer conhecem qualquer das músicas da banda legendária.


Aí entra o personagem principal, um compositor/cantor com algum talento, mas nenhum reconhecimento. Justamente quando está em vias de abandonar a carreira, pois finalmente convenceu-se de que nunca fará sucesso, o fenômeno mundial acontece e os Beatles nunca existiram. Quem, na situação do personagem, resistiria à tentação de relançar os sucessos icônicos como sua própria criação?


Himesh Patel está muito bem, atuação na medida certa, dentro da fórmula menos é mais. Não, ele não é o Raj de The Big Bang Theory, embora a confusão se justifique, porque os atores são parecidos e Kunar Nayyar ( Raj ) também arrisque cantar algumas vezes na série. Lily James - que muitos lembram por papéis como Cinderela, Mamma Mia e Downton Abbey - também está muito bem como Ellie, conduzindo a linha secundária da trama, que é o romance entre os dois.


Os aspectos técnicos do filme estão todos adequados, tudo na linha da competência sem grandes inovações. A direção é segura, a fotografia bem trabalhada e a trilha sonora… bem, são os Beatles. De quebra você tem Ed Sheeran ( se você é fã dele também aproveite ) atuando como coadjuvante e, como todo o resto, ele se sai muito bem.


Enfim, se você está na classificação de apreciador de comédias certa e é fã dos Beatles, basta pegar a pipoca e o refrigerante e se preparar para muitas boas risadas. E matar saudades dos grandes clássicos do quarteto mágico de Liverpool.

Nota 8

Recomendação: Imperdível para fãs de Beatles e apreciadores de comédias de situação.

Adjetivos: Engraçado, doce, envolvente.


Comments


bottom of page